domingo, 26 de dezembro de 2010

Venha

Eu preciso de você
venha até meu quarto
A meia-noite, a meia-luz
Venha até meu quarto

Seus olhos me encantou
sua boca me atraiu
Venha até meu quarto
Promessas serão cumpridas

Eu te digo mais
Vou vendar seus olhos
Deitá-lo na cama
Falar dos seus desejos

Venha até meu quarto

Nenhum comentário:

Postar um comentário